Você quer ser piloto profissional de drones?

Utilidades de drones nos municípios e administrações públicas

Utilidades de drones em municípios e administrações públicas

A rápida evolução dos drones significa que eles podem ser usados ​​de várias maneiras. Os serviços públicos são um dos setores que têm mais possibilidades de aplicação. A polícia, a proteção civil ou os bombeiros podem trabalhar de forma mais rápida, confortável e segura para lidar com catástrofes naturais, realizar tarefas de vigilância ou segurança, realizar controlos, etc. Todas estas aplicações de drones podem ser de grande ajuda para governos, câmaras municipais, câmaras municipais, etc.

Diante de circunstâncias em que as instituições públicas reduziram seus orçamentos, a economia econômica que o uso de aeronaves não tripuladas acarreta torna-se um fator chave. Além disso, a exatidão e precisão que os drones permitem ajudarão o pessoal público a realizar suas tarefas, atingindo o nível de sucesso que os cidadãos exigem. Tampouco pode ser ignorado o número de riscos que são evitados pelo uso de UAS em situações perigosas, tanto para o público em geral quanto para os operadores.

Essa série de características torna a incorporação de drones no cotidiano das administrações públicas uma obrigação e não uma opção. Por meio deste artigo abordaremos os possíveis usos dos UAS nos serviços públicos e como eles podem ajudar o setor público a economizar dinheiro e operar com mais eficiência.

Índice de conteúdo:

Drones economizam dinheiro para instituições públicas
Usos de drones no setor público
Proteção e monitoramento do meio ambiente
Avaliação de danos à infraestrutura e ao patrimônio
Vigilância de trânsito e mobilidade
Controle de capacidade e distanciamento social
Emergências e segurança
Topografia e regularização cadastral
Outros trabalhos com drones
O futuro: drones ao serviço dos cidadãos

Drones economizam dinheiro para municípios e instituições públicas

Além de muitas outras tarefas, os drones podem substituir trabalhos realizados por helicópteros em muitos casos. O custo de um helicóptero da polícia ascende a 4 milhões de euros, incluindo 800 euros por cada hora de voo em combustível. Um drone usado para realizar tarefas semelhantes pode custar 50 vezes menos, incluindo os equipamentos necessários para tarefas de resgate, emergências, etc. Departamentos de polícia e serviços de emergência em todo o mundo estão incluindo drones como ferramentas do comércio.

As tarefas topográficas e fotogramétricas que geralmente são realizadas pelo pessoal de várias instituições públicas também economizam tempo e dinheiro se realizadas com drones. A realização de levantamentos topográficos de forma tradicional envolve um trabalho de cerca de 3 horas, enquanto com drones a mesma superfície pode ser inspecionada em menos de 20 minutos. Além disso, esses dados são muito mais precisos, tornando o trabalho dos servidores públicos mais eficiente.

Usos de drones no setor público

Com os avanços tecnológicos, os drones deixaram de ser um hobby para uma ferramenta de negócios. Cada vez mais setores estão aproveitando essa tecnologia para diversas aplicações governamentais e suas possibilidades são ilimitadas. Desde a realização de inspeções regulares de segurança em infraestrutura, como estradas, pontes e linhas de energia, até a realização de operações de segurança pública que podem salvar vidas.

Proteção e monitoramento do meio ambiente

Na Irlanda, 18 municípios usam drones para monitorar locais onde podem ocorrer derramamentos. Aeronaves não tripuladas permitem monitorar mais de 10 locais no mesmo dia, verificando ao vivo se há ou não resíduos no local exato. Esta iniciativa conseguiu eliminar mais de 5.000 toneladas de resíduos despejados ilegalmente.

Avaliação de danos à infraestrutura e ao patrimônio

A Câmara Municipal de Segóvia contratou os serviços da Aerocamaras para conhecer o estado do aqueduto, uma construção que remonta ao início do século II. Este tipo de obra permite a conservação adequada de todo o tipo de infraestruturas, especialmente o património das cidades. Os drones permitem a supervisão regular de todos os tipos de construções de forma econômica, evitando danos e facilitando a manutenção adequada.

Vigilância de trânsito e mobilidade

Desde 2019, a DGT utiliza drones para monitorar, controlar e gerenciar o tráfego. Os UAS facilitam a vigilância em trechos de risco e ajudam a proteger os usuários mais vulneráveis ​​das vias, como ciclistas ou pedestres. A incorporação de drones à DGT permitiu que, de janeiro a agosto de 2020, fossem capturadas 220 infrações de motoristas imprudentes.

Controle de capacidade e distanciamento social

A situação provocada pelo COVID-19 provocou novas situações de exceção para os municípios. Para o controle de medidas como toque de recolher, limitação de capacidade ou distanciamento social, os drones podem ser muito úteis. Devido a estas vantagens, durante o confinamento, a Polícia Municipal de Madrid utilizou vários drones para controlar o acesso às zonas mais movimentadas.

Emergências e segurança

Órgãos de emergência, como bombeiros, proteção civil ou órgãos especiais, usam aeronaves não tripuladas para inúmeras funções. Um exemplo é a ajuda que os drones prestam aos bombeiros para “procurar pontos quentes e possíveis fontes de massa florestal acumulada” o que permite “evitar a reativação do fogo”, disse Julián, piloto da unidade de drones dos Bombeiros da Comunidade de Madrid, que já realizaram mais de 150 intervenções.

Topografia e regularização cadastral

Há vários anos, o Ministério das Finanças utiliza drones para detectar obras ilegais e/ou construções não declaradas. O uso de aeronaves não tripuladas para regularizar imóveis em 1.000 municípios da Espanha aumentou sua arrecadação em 65%. Esta mesma aplicação poderia ser realizada por outros tipos de instituições públicas para realizar outros tipos de tarefas semelhantes.

Outros trabalhos com drones

Outro campo de aplicação, como gravação de vídeo ou captura de imagens para produtos audiovisuais. A possibilidade de gerar vídeos com planos aéreos que mostrem a beleza da região atrairá mais turistas para uma determinada área ou prefeitura, sem a necessidade de contratar grandes produções audiovisuais. Existem vários municípios que utilizam drones para suas promoções audiovisuais.

Os drones são muito orientados para tarefas de precisão, o que significa que podem fazer maravilhas no campo da agricultura. Este aplicativo UAS permitirá que instituições públicas contem e gerenciem a vegetação e monitorem a saúde e irrigação das plantações públicas. Na Andaluzia já conseguiram economizar mais de 10% na conservação de parques e jardins com o uso de drones.

O futuro: drones ao serviço dos cidadãos

O impacto que os drones já tiveram na economia mundial é importante, mas não é nada comparado ao que pode se tornar. Se as administrações públicas quiserem aproveitar essas economias econômicas e usar os benefícios dessa tecnologia para melhorar os serviços públicos, devem incorporar o UAS em suas funções.

Para realizar todas as tarefas acima mencionadas, equipamentos específicos e treinamento de pessoal em assuntos de drones são fundamentais. Escolher as plataformas corretas para cada função, os sensores certos para o projeto e ter pessoal treinado para realizar as operações será a chave no futuro. Se instituições públicas, como municípios ou governos, estiverem interessadas em aproveitar todas as vantagens dos drones, devem levar esses fatores em consideração.

Por outro lado, se um município não puder investir em drones, esforços de gestão de operações, treinamento de pessoal ou outros equipamentos, pode contratar outros operadores de drones e continuar a se beneficiar dos benefícios dos drones. Se estiver interessado neste tipo de serviço, pode contactar-nos através do 308 806 301 ou escrevendo para info@cursodedrones.pt