Como configurar um drone profissional

Você quer ser piloto profissional de drones?

Como configurar um drone profissional

Configuração passo a passo de um drone profissional

Neste artigo oferecemos-lhe as chaves de tudo o que necessita para configurar o seu drone profissional. Desde a escolha do modelo, a incorporação de câmaras a sensores e outros elementos.

Índice de contidos

Escolhendo o modelo mais adequado

A escolha do drone mais adequado dependerá sempre da actividade que vai realizar. Existem muitos modelos de drones profissionais no mercado, por isso é necessário que seja claro quanto aos seus objectivos e missões.

Por exemplo, se desejar drones para pulverização, terá de se concentrar na sua autonomia e em todas as cargas úteis de que necessita. Por outro lado, se for um profissional da aplicação da lei, terá de se concentrar nos drones para missões de salvamento e vigilância com sensores especiais.

Na Aerocamaras oferecemos aconselhamento para todos os tipos de sectores que necessitam de incorporar drones na sua actividade profissional. Além disso, oferecemos também os cursos apropriados para cada categoria.

Incorporação de elementos necessários

  • Carga útil: Estes são elementos que não são necessários para voar, mas que são transportados para o cumprimento da missão ou serviço a ser realizado. Pode conter câmaras, scanners laser (LiDAR), radares de abertura sintética (SAR), etc.
  • Chassis: Este é o corpo do drone e o que gera o suporte para todas as outras partes. Pode ser um quad quadricóptero, hexacóptero ou octocóptero.
  • Motores: Os motores são responsáveis pelo funcionamento do drone. Podem ser de diferentes tamanhos, velocidade e potência.
  • Hélices: levantam a aeronave e podem ter hélices em ambos os sentidos de rotação.
  • Trem de aterragem: A maioria dos drones tem trem de aterragem fixo e existem drones com trem de aterragem retráctil.
  • Sensores: Os sensores activos são aqueles que geram a radiação que medem, emitindo um impulso e registando o ricochete. Este tipo de sensor activo é especialmente para levantamentos topográficos. Os sensores passivos são aqueles que captam a radiação emitida pelo objecto, tais como câmaras, câmaras de vídeo, câmaras infravermelhas, e câmaras térmicas.
  • Transmissor e Receptor RC: Com o receptor RC o seu drone pode ser ligado ao controlo remoto. O transmissor é o controlo remoto responsável por transmitir o que o piloto quer, tais como movimentos, voltas, filmagens ou capturas de fotografias.

Como configurar um drone profissional-2-aerocamaras

Configurações da câmara para o seu drone

Uma das configurações mais importantes é a câmara com que o seu drone está equipado. Isto dependerá também da função que pretende dar ao seu futuro drone.

As câmaras de 360º são ideais para os drones que vão ser utilizados para tarefas de vigilância e segurança. Na Aerocamaras trabalhamos com os melhores sistemas de gravação aérea 360º. Com aviões desde o DJI Mavic 2 Pro para gravações interiores 360º, ou o nosso AeroHyb Hexacopter, capaz de voar durante 7 horas ininterruptas, ideal para trabalhos que requerem muita estabilidade e gravações exteriores de longa duração.

Um exemplo do nosso trabalho são as imagens únicas de 360º do porto exterior da Corunha (Espanha), da Quinta da Regaleira (Palácio de Sintra) e de Óbidos, em Portugal, entre outros.

Por outro lado, as câmaras térmicas facilitam as tarefas de localização e salvamento de pessoas. Por exemplo, o incêndio de Notre Dame em Paris foi observado e rastreado utilizando câmaras de imagem térmica. Estas câmaras podem detectar pequenas diferenças de calor, por vezes tão pequenas como 0.01˚C.

Além disso, a combinação de câmaras térmicas com tecnologia HD e multiespectral torna os nossos drones um grande aliado para agricultores, rancheiros e pescadores.

Configuração dos sensores do seu drone

Os sensores irão aumentar a controlabilidade dos drones. No que respeita ao controlo por drone, um sensor pode permitir um modo de nível automático, um modo de altitude constante ou um modo de órbita para circundar um objecto ou ponto de interesse específico.

Todas estas características adicionais baseiam-se em unidades de medição inercial (IMU) de maior desempenho e sensores de pressão barométrica para uma óptima experiência do utilizador.

Configuração de outros elementos do seu drone

Os drones também devem ter bons sensores para aterrar em segurança e para detectar objectos e evitar colisões quando em movimento.

A aterragem do drone, o pairar e a capacidade de rastreio no solo podem ser fornecidos por sensores ultra-sónicos. Quando um drone está em processo de aterragem, precisa de detectar a distância do fundo do drone até à área onde está a aterrar. Embora o GPS faça parte desta função de controlo, a detecção precisa da distância é a chave para uma aterragem segura.

Se quiser saber mais sobre a configuração e construção do seu drone, na Aerocamaras temos tudo o que precisa para construir, manter, configurar e reparar drones. O Curso de Montagem e Manutenção de Drones Profissionais é a oportunidade perfeita para obter uma introdução profissional ao mundo da aeronáutica e trabalhar como técnico de drones.

Por outro lado, temos drones profissionais de alta qualidade equipados com múltiplas câmaras e sensores que se adaptam a qualquer necessidade.

Pode obter mais informações ligando para 308 806 301 ou escrevendo para info@cursodedrones.pt

Gostou deste artigo? Inscreva-se na nossa newsletter para receber as últimas notícias sobre drones.